Início Política Na abertura de fórum sobre Corredor Bioceânico, Reinaldo Azambuja destaca momento histórico...

Na abertura de fórum sobre Corredor Bioceânico, Reinaldo Azambuja destaca momento histórico para América Latina

0

Reunindo autoridades de quatro países, Brasil, Paraguai, Argentina e Chile, o Fórum “A Integração dos municípios do Corredor Bioceânico’’ teve início nesta quinta-feira (26), na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, com a perspectiva de avançar ainda mais na efetividade da rota, que está em construção. Em seu discurso, o governador Reinaldo Azambuja destacou a importância do momento, com as obras avançadas no Paraguai e o início da construção da ponte entre Porto Murtinho e Carmelo Peralta.

“Estamos vivendo um momento histórico! Na prática, a cada passo em que a Rota Bioceânica se afirma como uma nova realidade, vamos tirando do papel e do nosso imaginário coletivo um sonho antigo, acalentado por diferentes gerações de brasileiros, paraguaios, argentinos e chilenos. A Rota Bioceânica não apenas abre as portas do vasto centro-oeste brasileiro à América do Sul, mas também aproximará nossa produção, nosso comércio, nosso turismo e a nossa cultura milenar”, disse o governador.

Reinaldo Azambuja também lembrou das iniciativas do ex-prefeito Heitor Miranda dos Santos, do ex-senador Ruben Figueiró e do ex-governador Zeca do PT em construir uma ligação física rumo ao Oceano Pacífico. “Eles ousaram sonhar com a Integração Latino-Americana através do Corredor Bioceânico”.

Já o ministro das Relações Exteriores do Brasil, Carlos Alberto França, afirmou que o Pacífico é a saída natural das mercadorias rumo ao mercado asiático. Ele acrescentou que, com a finalização do corredor, os produtos brasileiros terão mais competitividade naqueles países e em Paraguai, Argentina e Chile. “No ano passado, exportamos mais para a Ásia que para a Europa, mesmo sem considerar a China e o Japão”, lembrou.

E o presidente da Assembleia Legislativa, Paulo Corrêa, destacou que o Corredor Bioceânico vai conferir a Mato Grosso do Sul a condição de um hub logístico, principalmente pela exportação de carnes, grãos e produtos agroflorestais, como papel e celulose.

Ele também fez questão de destacar o papel de Reinaldo Azambuja na efetivação da ligação. “Meu prezado amigo governador, quando se aproxima a conclusão de seu segundo mandato à frente de uma das mais profícuas administrações de nosso Estado, é uma questão de justiça reconhecer que a saída para o Pacífico, em vias de se concretizar, deve muito a sua clarividência e determinação de líder político que tem os pés na realidade e os olhos postos no futuro. Mato Grosso do Sul será eternamente grato por mais esta conquista”, disse Paulo Corrêa.

Prefeita participa do Fórum sobre o Corredor Bioceânico (Foto: Divulgação)

A prefeita de Jardim, Dra. Clediane Matzenbacher (PP), esteve presente no evento e reforçou que é um momento histórico para a cidade e toda a região Sudoeste. “As portas para novas oportunidades de negócios, empregos e renda se abrirão em nossa cidade com esse projeto que traz integração latino-americana através do corredor”, destacou.

O Fórum acontece até sexta-feira (27). Organizado pelo Ministério das Relações Exteriores, ele é realizado pela Assembleia Legislativa em conjunto com o Governo de Mato Grosso do Sul, Frente Parlamentar Internacional do Corredor Bioceânico, Assomasul e Itamaraty.

O objetivo é promover o debate sobre o conjunto de benefícios proporcionados pelo projeto do Corredor Bioceânico, discutir acordos, convênios, logística, transporte, taxas aduaneiras, turismo, comércio, energia e mineração. Do Fórum sairá uma carta de intenções a ser encaminhada ao Itamaraty.

Também participaram da abertura do Fórum: o senador Nelsinho Trad, que é presidente da Frente Parlamentar Internacional do Corredor Bioceânico; secretário Jaime Verruck (Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar); ministro da carreira diplomática do Ministério das Relações Exteriores, João Carlos Parkison de Castro; deputada federal e ex-ministra Tereza Cristina; presidente da Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul), Valdir Couto, e diversos prefeitos; ex-senador Ruben Figueiró; ex-secretário Geraldo Resende; além de embaixadores, cônsules e deputados estaduais, entre outras autoridades.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui