Início Economia Começa amanhã obra da ponte que trará muitas oportunidades a Jardim, Guia...

Começa amanhã obra da ponte que trará muitas oportunidades a Jardim, Guia Lopes e outras 4 cidades

0

Após quase cinco anos de planejamento impactado pela pandemia, começa nesta segunda-feira (13) a obra da ponte sobre o Rio Paraguai, entre a cidade paraguaia Carmelo Peralta e Porto Murtinho. Com a presença dos presidentes do Brasil, Jair Messias Bolsonaro (PL), e do Paraguai, Mário Abdo Benítez, será lançada a pedra fundamental, o começo de uma edificação que vai levar quatro anos para ficar pronta, ao custo de 82 milhões de dólares.

Os recursos são da Itaipu Binacional, usina de geração de energia elétrica dos dois países, construída em 1982. A nova ponte fará parte da Rota Bioceânica, que vai encurtar a distância entre São Paulo e a China.

A ponte terá 1,3 mil metros, com um vão de 360 metros sobre o rio e altura de 22 metros. Calculada para suportar grande tráfego de caminhões bitrens, a estrutura terá pista dupla e acesso para pedestres, conforme o projeto.

A rota

Hoje, os navios com produtos para exportação que saem do Porto de Santos percorrem 24,1 mil quilômetros, dando a volta na América Latina para deixar o oceano Atlântico e chegar ao Pacífico, onde seguem para a China, o país que mais compra produtos agropecuários de Mato Grosso do Sul.

Com a ponte, as cargas virão por rodovia e seguirão pelo Paraguai, Argentina e Chile até chegar a dois portos do Chile, de onde partem de navio para a Ásia. O percurso vai cair para 18,6 mil km, trazendo uma enorme economia com a logística, deixando os produtos com preços mais competitivos no mercado.

Os caminhões com soja, milho, celulose, carnes, minério de ferro, fertilizantes, lítio, sal e outros produtos daqui de MS, de São Paulo e outras regiões terão acesso a ponte depois de passar por Campo Grande, Sidrolândia, Nioaque, Guia Lopes da Laguna, Jardim e Porto Murtinho.

Dali, seguirão sobre a ponte para o município paraguaio Carmelo Peralta. As próximas paradas são em Mariscal José Félix Estigarribia no mesmo país; Pozo Hondo e San Salvador de Jujuy, na Argentina. No Chile, as rodovias seguem para San Pedro de Atacama e daí surgem duas opções de destino para os portos de Iquique e Antofgasta.

Jardim

Na tarde de quinta-feira (9), o ministro diplomata de carreira, João Carlos Parkinson de Castro, que também é o coordenador Rodoviário Bioceânico, esteve em Jardim para uma palestra que abordou os benefícios da Rota Bioceânica para a cidade e região.

Ministro diplomata de carreira, João Carlos Parkinson de Castro, participa de palestra em Jardim (Foto: Divulgação/Prefeitura)

“Buscamos elevar nossa preparação para receber a Rota com parceiros que apoiam a integração da nossa cidade num dos projetos mais importantes do nosso Estado e País. Já avançamos com apoio da UEMS, com a abertura do curso de Graduação em Logística e Gestão, de suma importância para qualificar os jardinenses para um futuro inovador”, disse a prefeita Dra. Clediane Matzenbacher (DEM).

De acordo com a gestora, a prefeitura deve trabalhar com muita técnica e empenho para um desenvolvimento econômico e social para todos.

Anúncio

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui