Início Saúde Mato Grosso do Sul confirma primeiro caso de mucormicose em idoso de...

Mato Grosso do Sul confirma primeiro caso de mucormicose em idoso de 71 anos

0

A SES (Secretaria Estadual de Saúde) confirmou o primeiro caso de mucormicose, ou “fungo preto” (como é popularmente conhecido), em um morador de Mato Grosso do Sul. O paciente era um homem, de 71 anos, que residia em Campo Grande e morreu no dia 2 de junho deste ano, quando o caso ainda era tratado como “suspeito” pela pasta estadual.

A SES informou que o exame do paciente foi coletado no dia 31 de maio e estava em análise no Instituto Adolf Lutz, em São Paulo, para a identificação da espécie de fungo.

A pasta detalhou que uma segunda amostra segue em análise, no laboratório paulista.

Entenda o caso

No início de junho deste ano, comunicado de risco elaborado pelo Cievs (Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde) de Mato Grosso do Sul informava sobre um caso suspeito de mucormicose.

O paciente era residente em Campo Grande e possui diabetes e pressão alta. Na nota emitida pelo Cievs, é detalhado que o homem começou a apresentar sintomas de Síndrome Aguda Grave, no dia 9 de maio de 2021. Em 18/05/2021, o paciente foi positivado para Covid, por meio do teste RT-PCR.

No dia 28 de maio de 2021, o Cievs detalhou que a suspeita do fungo surgiu por meio de uma lesão no olho do paciente. “Suspeita de mucormicose no olho esquerdo com equimose palpebral intensa e lesão necrótica superior poupando a borda, apresentando quemose conjuntival sanguinolenta e úlcera corneana”.

No dia 2 de junho, o homem que estava internado em um hospital, em Campo Grande, para tratar da possibilidade de contaminação com o “fungo preto”, morreu.

Infectologista explica como a mucormicose pode ser fator de risco em pacientes com Covid

O que é a mucormicose?

Popularmente conhecido como “fungo preto”, o quadro mata mais de 50% dos acometidos. Muitos precisam passar por cirurgias mutilantes, que retiram partes do corpo afetadas pelo micro-organismo, como os olhos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui