Início Policial PM fecha festa clandestina com mais de 200 pessoas promovida por militares...

PM fecha festa clandestina com mais de 200 pessoas promovida por militares da Marinha

0

A Polícia Militar acabou com uma festa clandestina com mais de 200 pessoas que era organizada por militares da Marinha, em Corumbá, na fronteira de Mato Grosso do Sul com a Bolívia. Nas diligências, os PMs ainda notaram que a festa tinha a participação de militares da Marinha do Brasil, que desacataram os policiais que atenderam a ocorrência.

Segundo a Polícia Militar de Corumbá, uma denúncia anônima foi realizada aos órgãos que fiscalizam o cumprimento do toque de recolher no município – das 21h às 5h da manhã – dizendo que havia uma festa sendo realizada em uma alameda sem saída no município.

De acordo com a ocorrência, na entrada da alameda já era possível ver diversas pessoas aglomeradas e sem máscara. Elas foram orientadas a irem para casa. Os vizinhos do local apontaram o local onde a festa estava sendo realizada, mas os proprietários da casa apagaram a luz e ficaram em silêncio. Após insistência dos policiais, os responsáveis saíram para conversar com os PMs, mas alegaram que a festa já tinha acabado.

Porém, segundo a ocorrência, os policiais escutaram pessoas conversando e barulho de garrafas e insistiram em checar a residência. Os responsáveis pela festa, então, confirmaram a presença de mais pessoas e a equipe de fiscalização entrou na casa, diante do flagrante de descumprimento de decreto estadual que regula normas de enfrentamento contra a Covid.

No local, segundo a Polícia Militar, foram encontradas mais de 200 pessoas, sem máscara e desrespeitando o distanciamento social. Ainda de acordo com a ocorrência, assim que os policiais solicitaram que as pessoas fossem embora, dois homens começaram a desacatar os PMs. “Vocês não são m… nenhuma”, teria dito um deles, alegando que era autoridade militar.

Um outro homem tentou defender os amigos e também ofendeu os policiais. Todos receberam voz de prisão e foram identificados sendo militares da Marinha do Brasil, lotados no 6° Distrito Naval de Ladário. Eles foram encaminhados para a 1ª Delegacia de Polícia de Corumbá, onde a ocorrência foi registrada como infração de medida sanitária preventiva, resistência e desacato.

Corumbá está com bandeira vermelha no programa Prosseguir do Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, em grau alto para risco de Covid. O município apresenta 13.096 casos e 365 óbitos por Covid desde o início da pandemia. Os hospitais da cidade ainda estão com 100% dos leitos de UTI ocupados, de acordo com o boletim epidemiológico deste domingo (23).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui