Início Saúde Lotação em leitos de UTI de Jardim ocorre por acolhimento da Prefeitura...

Lotação em leitos de UTI de Jardim ocorre por acolhimento da Prefeitura a outros municípios

0

“Estamos tão bem, que estamos dando suporte a outras cidades”, disse a prefeita Dra Clediane Matzenbacher (DEM) ao esclarecer boatos que a lotação nos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) para Covid-19 no Hospital Marechal Rondon ocorre por falhas da gestão municipal.

“Somos referência não só para a microrregião, mas também para a macrorregião, pelo acolhimento prestado a pacientes de outras cidades, como São Gabriel do Oeste. Jardim é destaque no que se refere à pandemia do novo coronavírus”, esclareceu Clediane.

Conforme dados da Secretaria de Estado de Saúde, Jardim ocupa posição na bandeira amarela do Programa Prosseguir, que avalia grau de risco para a Covid-19 em municípios de Mato Grosso do Sul. “O município de Jardim, em respeito à regra de transição das bandeiras recomendada pela OPAS/OMS, obteve pontuação equivalente à bandeira Amarela”, aponta documento do Governo.

Todos os seis leitos de UTI instalados no Hospital Marechal Rondon estão ocupados, sendo cinco por pacientes de outras cidades, segundo mostra o boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde, nesta terça-feira (02).

“Graças às estratégias tomadas pela nossa gestão, que criou o Centro Especializado de Atendimento à Covid-19 e intensificou as fiscalizações, saímos da bandeira vermelha e hoje transitamos pela amarela, considerada de grau tolerável. Com o nosso esforço podemos ajudar pessoas de outras cidades”, ponderou a prefeita.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui